Indústria

Você

Acessar

Notícias

SESI 04/08/2017 - 09:18hs

Parceria entre Sebrae e Sesi leva educação empreendedora a colégios Sesi em todo Maranhão

Com ações do Programa Nacional de Educação Empreendedora serão beneficiados 300 alunos do ensino médio do Colégio Sesi de São Luís e mais 200 alunos do Projeto Vira Vida de São Luís e Rosário. Em Imperatriz serão 60 alunos e em Bacabal 600.

ASCOM SEBRAE

Versuka Oliveira COCEV FIEMA
Imagem ampliada A superintendente regional do Serviço Social da Indústria no Maranhão (SESI-MA), Roseli Ramos, ressaltou durante seu discurso, a importância da parceria com o Sebrae.

SÃO LUÍS - Parceria entre o Sebrae no Maranhão e o Serviço Social da Indústria (Sesi), está levando educação empreendedora a alunos do Ensino Fundamental II e Ensino Médio dos colégios Sesi em todo estado. A ação integra o Programa Nacional de Educação Empreendedora (PNEE), que é desenvolvido pelo Sebrae em todo País. Nesta quarta-feira (02), mais uma etapa do programa foi iniciado na capital maranhense, com a capacitação dos professores do Ensino Médio no Colégio Sesi de São Luís.

A capacitação que teve início hoje e segue até sábado, será realizada com 28 professores do Ensino Médio nas metodologias “Crescendo Empreendendo” e “Despertar”, com carga horária de 24 e 32 horas/aula, respectivamente.  O objetivo é fomentar a cultura empreendedora entre os alunos atendidos pela instituição em todo estado.

Serão beneficiados 300 alunos do Ensino Médio do Colégio Sesi de São Luís e mais 200 alunos do Projeto Vira Vida de São Luís e Rosário. As metodologias serão trabalhadas transversalmente durante todo o 2º semestre do ano letivo.

O Projeto Vira Vida é executado pelos departamentos regionais do Sesi, juntamente com os parceiros do Sistema S e da rede de proteção à criança e ao adolescente. A ação propõe uma ‘virada’ na vida de meninos e meninas em situação de vulnerabilidade no Brasil. No Maranhão, os jovens do projeto participam de cursos de auxiliar administrativo e gestão e negócios, com duração de um ano e agora também através da parceria do Sebrae com o Sesi terão acesso à educação empreendedora.

De acordo com o Diretor Superintendente João Martins, o Sebrae tem buscado parcerias com diversas instituições de ensino e prefeituras municipais para que possa ampliar o alcance do PNEE no Maranhão. “O comportamento empreendedor deve ser estimulado, uma vez que se trata de um saber essencial para a inserção no mercado de trabalho. Também entendemos que é uma forma de mudar a realidade das pessoas”, ressaltou João Martins.

A superintendente regional do Serviço Social da Indústria no Maranhão (SESI-MA), Roseli Ramos, ressaltou a importância dessa parceria com o Sebrae para desenvolver habilidades empreendedoras entre os alunos. “O Sebrae já possui a expertise de trabalhar com os pequenos negócios do Brasil, ensinando a empreender da forma adequada, unir isso ao ensino que oferecemos em nossas unidades educacionais é um ganho muito importante para os nossos alunos. Hoje em todas as nossas unidades educacionais estamos implantando a educação empreendedora em parceria com o Sebrae”, declarou Roseli.

O professor de física e robótica do Sesi, Moisés Costa destacou a importância de repassar a cultura empreendedora aos alunos. “Nós trabalhamos a inovação com nossos alunos e agora eles poderão aliar isso ao ensino do empreendedorismo, assim poderão ter noções de mercado de trabalho e de planejamento para ter uma empresa. Isso muda a mentalidade deles, com certeza”, disse Costa.

Outras Unidades

Essa semana também começa a capacitação dos 60 alunos do Sesi em Imperatriz. Lá eles serão capacitados diretamente nas metodologias “Crescendo e Empreendendo” e “Despertar”. Já em Bacabal, 600 alunos do Ensino Fundamental são capacitados através da metodologia Jovens Empreendedores Primeiros Passos – JEPP.

O JEPP é destinado a fomentar a educação e a cultura empreendedora. O curso procura apresentar práticas de aprendizagem, considerando a autonomia do aluno para aprender e o desenvolvimento de atributos e atitudes necessários para a gerência da própria vida (pessoal, profissional e social).

“Uma das nossas prioridades é ampliar o alcance da educação empreendedora oferecida pelo Sebrae no Maranhão, afinal o Sebrae entende que o empreendedorismo é uma forma de desenvolver habilidades e incentivar o despertar do comportamento empreendedor”, afirmou João Martins.

As metodologias

Versuka Oliveira COCEV FIEMA
Imagem ampliada O diretor Superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, a superintendente regional do Serviço Social da Indústria no Maranhão (SESI-MA), Roseli Ramos e o corpo técnico do Sesi e Sebrae-MA, durante a abertura da capacitação da primeira turma

 Crescendo e Empreendendo - O objetivo desta solução educacional é provocar uma discussão com jovens sobre trabalho, negócio e empreendedorismo. O objetivo é que ele conheça esse universo e se predisponha a identificar oportunidades por meio da adoção de atitudes empreendedoras. O curso é trabalhado no formato de oficinas.

Despertar - A metodologia proporciona que os estudantes sejam estimulados a despertar para uma visão ampla do empreendedorismo, que engloba a cooperação, a cidadania e a ética. Ao final do curso, espera-se que eles estejam mais proativos e comprometidos com o seu desenvolvimento e crescimento pessoal e profissional.

 

1459 notícias | Mostrando de 1 a 6