Notícias



Confiança do empresário industrial cai 9,3 pontos em março, aponta FIEMA


Data: 23 de abril de 2021
Crédito: Coordenação de Comunicação e Eventos do Sistema FIEMA
Fotos: COCEV FIEMA
Fonte da notícia:FIEMA

São Luís - O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) caiu 9,3 pontos entre fevereiro e março, recuando para 45,3 pontos, conforme divulgado nesta quinta-feira (22/04) pela Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA).

Pela primeira vez neste ano, o índice ficou abaixo da linha divisória de 50 pontos, sinalizando que os empresários do setor não se mostram otimistas. O indicador também fechou abaixo da média histórica de 57,4 pontos.

Isso se justifica pela ainda elevada incerteza com relação à evolução da pandemia e, consequentemente, da economia brasileira”, afirma Cesar Miranda, superintendente da FIEMA. Embora o cenário siga ‘muito incerto’, mesmo com a vacinação, a FIEMA espera uma retomada gradual da economia, concluiu.

Na comparação com fevereiro, houve queda nos dois componentes do ICEI, ficando abaixo dos 50 pontos. O Índice de Condições Atuais subiu de 38,4 pontos para 38,8 pontos, revelando que os empresários industriais maranhenses se mantêm preocupados com as condições da economia brasileira.

Já o Índice de Expectativas caiu de 62,7 para 48,5 pontos em março. A indústria extrativa e de transformação se mostra mais otimista, com 54, 2 pontos, porém com confiança menos disseminada em comparação ao mês anterior, o que não acontece com a Construção Civil (expectativa de 40,6 pontos) para os próximos seis meses.

Nos cenários brasileiro e nordestino, os industriais permanecem otimistas, com 54,4 e 52,7 pontos no mês em questão, mas o índice sofreu perdas na disseminação da confiança de 8,57% e 12,75%, respectivamente.

Use Ctrl + nº da tecla

Ctrl + 1 (menu) Ctrl + 2 (conteúdo) Ctrl+ 3 (busca) Ctrl + 4 (Rodapé) Ctrl + 5 (mapa) Ctrl + 0 (acessibilidade)



Original

Contraste