Notícias



Oportunidades de negócios para empresários maranhenses com a Administração Pública


Data: 27 de junho de 2022
Crédito: Coordenação de comunicação e eventos - COCEV
Fotos: Coordenação de comunicação e eventos - COCEV
Fonte da notícia:Coordenação de comunicação e eventos - COCEV

Os pequenos negócios podem participar das contratações públicas como um novo canal de negócios. Este foi o tema que direcionou a reunião do Conselho de Micro e Pequenas Empresas (COMPEM) da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA), ocorrida na Casa da indústria Albano Franco nesta quinta-feira (24/06).

 

A reunião presidida pelo vice-presidente executivo da FIEMA, presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae-MA, e presidente do COMPEM, Celso Gonçalo, contou com a participação do presidente do Concelho Temático de Assuntos Legislativos da FIEMA e presidente do Centro das Indústrias do Maranhão (Cimar), Cláudio Azevedo, de empresários maranhenses, do superintendente da FIEMA, César Miranda, de representantes de sindicatos filiado à FIEMA, da Administração Pública do Estado, do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Maranhão (FAEMA) e da Associação dos Criadores do Maranhão (Ascem).

 

Na ocasião, o consultor especialista em licitações e contratos com o Poder Público, Wherbeth Sousa, abordou a nova lei geral de Licitações 2021, os sistemas que atualmente são utilizados para a realização de compras online, os requisitos necessários para cadastro nesses sistemas, as vantagens para MEI, ME e EPP e as hipóteses de contratação exclusiva de empresas local.

 

O presidente do COMPEM, Celso Gonçalo, evidenciou que os empresários têm um desafio constante de aproveitar novas oportunidades para seus negócios e que uma das alternativas interessantes são as compras governamentais. “Nas instituições públicas esse processo é feito por licitação. O primeiro passo importante para o empresário é conhecer as regras do jogo para conseguir espaço nesse mercado promissor. Dessa maneira, a nossa reunião visou o esclarecimento dessas possibilidades para o empresário maranhense que precisa dessas oportunidades de negócio para crescer.”

 

Criar alternativas para os empreendedores foi um dos pontos focais da reunião, segundo aponta a secretária adjunta da Micro e Pequena Empresa da Seinc, Luzia Rezende. “A nova lei nos mostra que vai dar mais chances para as micro e pequenas empresas participarem das licitações públicas e é basicamente isso que a gente vem trabalhando junto no Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte do Estado do Maranhão (Fopema). Junto à FIEMA poderemos trazer também essa mesma facilidade para esse micro e pequeno empresário poder efetivamente participar das compras governamentais.”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Use Ctrl + nº da tecla

Ctrl + 1 (menu) Ctrl + 2 (conteúdo) Ctrl+ 3 (busca) Ctrl + 4 (Rodapé) Ctrl + 5 (mapa) Ctrl + 0 (acessibilidade)



Original

Contraste